Fomos pegos de surpresa com um super vírus que virou o mundo de ponta a cabeça, deixou todo mundo de cabelo em pé e está fazendo com que professores, pais, alunos e gestores repensem o modelo de aula que conhecemos até hoje e nos força a caminhar para novos rumos e descobrir novas formas de aprender, com o suporte de novas ferramentas, novas práticas e novas metodologias.

Com a intenção de te ajudar a lidar com este momento de transição forçado do ambiente presencial para o online, lapidamos os materiais do The Conversation, da Nova Escola e várias das nossas vivências e insights nossos de carreira, e compartilhamos com você essas 10 dicas de ouro para aulas online!

Vamos às dicas?

1 – Estabelecer canais de comunicação efetivos com os alunos

A comunicação efetiva é um dos pontos mais importantes nesse momento. Se comunicar online e por vezes se faz muito difícil pela quantidade de informações, falhas na comunicação e interpretações diversas que uma mensagem pode ter, por exemplo. Encontre um canal de comunicação que seja o mais confortável possível para as duas partes, uma que você já esteja familiarizada ou peça dicas de ferramentas de comunicação que seus alunos já usam para evitar aquele estresse de criar conta. 

2 – Estudar e usar ferramentas digitais que antes não dava tempo ou tinha medo

Essa é a hora de testar e perder o medo de usar aquela ferramenta digital que você sempre quis usar mas não teve coragem ou tempo. Se não der certo, você pode voltar para aquelas ferramentas que sempre te salvam, mas é a oportunidade perfeita para dar uma ousada. Deixe sua criatividade fluir para usar ferramentas que deixem sua aula mais interessante e engajem mais o seu aluno. Já vi, por exemplo, alguns professores usando o TikTok para gravar algumas lições. Isso deixa a aula muito mais divertida para você e para o aluno, além de te aproximar dele, por serem ferramentas que eles já usam.

3 – Priorizar conexões humanas 

Esse momento de isolamento pode ser muito difícil e até solitário. Nós como educadores também temos um papel social de integrar o aluno e promover conexões humanas. Isso faz parte do processo educativo. Portanto, tente ser o mais atencioso possível com os aluno e ache meios de se comunicar de uma forma mais pessoal com ele como vídeo ou áudio. Essa dica vai gerar uma maior confiança do aluno em você e gerar mais persistência,engajamento e crença no processo de ensino.

4 – Criar canais de comunicação para professores compartilharem recursos

A comunicação do corpo docente durante esse período de transição também é super importante! Um canal com uma função que pode ser tanto profissional, quanto social, pode servir para professores apoiarem uns aos outros nesse momento difícil. Seja por compartilhamento de recursos e metodologias que estão usando no ensino remoto ou simplesmente para darem apoio moral um ao outro, é uma ótima forma de se manterem conectados e sentirem que não estão nessa sozinhos.

5 – Elaborar um roteiro de estudos e metas de aprendizagem

Um planejamento do que o aluno tem que aprender é fundamental. Esse começo do ensino a distância pode gerar muita falta de comunicação e o aluno tende a ficar perdido no processo de aprendizagem dele. Um roteiro de estudos e a definição de algumas metas de aprendizagem vão ajudar muito o seu aluno e seus pais a controlarem o que está fazendo e a monitorar seu aprendizado. 

6 – Sempre fornecer feedback!

É desmotivador estudar, fazer as atividades, usar as ferramentas que o professor pediu e não receber nenhum retorno do trabalho que está sendo feito. O aluno precisa, mais do que nunca, alguém ali falando o que está bom, o que não está, o que manter, o que melhorar. esse processo de feedback vai deixar o caminho dele muito mais claro e vai ajudar você, ele e os pais dele à traçarem estratégias que façam mais sentido no processo de aprendizagem dele. Caso contrário, ele simplesmente vai achar que está fazendo todo aquele trabalho em vão e vai acabar se desmotivando e desacreditando no processo.

7 – Simplifique o máximo possível as informações

Como já destacamos bastante aqui, o início do processo de ensino e aprendizagem remota vai sim ter vários problemas de comunicação e excesso de informação. Por isso, é importantíssimo simplificar ao máximo possível as lições e atividades dos alunos. Quanto mais complexo for sua explicação ou sua troca de informações com os alunos, mais perdido ele vai ficar. Simplifique! 

8 – Peça a colaboração e compreensão dos pais

Para alunos menores, é fundamental a presença do pai nesse processo todo. Tente se comunicar também com os pais dos alunos. Passe os roteiros e metas de aprendizagem para eles, peça que ajudem nas atividade, tirem algumas dúvidas dos alunos, acompanhem o processo deles e até para passarem parte do progresso para você. Na escola, você como instrutor acompanhava de perto o processo de aprendizagem completo. Mas agora que estão longe, é importante ter alguém para ajudar os alunos e te passar a o progresso que está sendo feito. 

9 – Use elementos de jogos ou plataformas já gamificadas como opção

O uso de elementos de jogos na aprendizagem já se mostrou eficaz e engajadora no processo de ensino. Por que não aproveitar esse cenário assustador para trazer leveza e divertimento para seus alunos, pensando que a maioria, já é fã de jogar online? Você pode desenvolver sua própria metodologia de gamificação ou usar plataformas já gamificadas, como Khan Academy, por exemplo.

10 – Mantenha a calma

Antes de tudo, você deve confiar no processo. São tempos extremamente difíceis e tudo está meio fora do controle e sendo feito às pressas. É fundamental que entenda que nem tudo vai dar certo, que as coisas podem até piorar. O importante é respirar fundo, levantar a cabeça e seguir firme em frente sem medo e acreditando que coisas melhores estão por vir! 

Em tempos de isolamento social, a gente tá bem pertinho, reforçando a nossa comunidade aprendizagem e dando suporte para educadoras e educadores, seja através dos nossos conteúdos, das nossas lives semanais, dos podcasts ou em nossas redes sociais. Pega carona no nosso bonde, que aqui o nosso lema é ninguém fica para trás! #juntosonline

conheça o autor

Team Amplifica

"Somos todos amplifica, levando nossa energia e magia para educadores em todo o Brasil, capacitando e potencializando talentos digitais na educação. "

5 respostas para “COVID19 | 10 dicas de ouro para aulas online”

  1. Nelson disse:

    Muito bom

  2. Elenice Rabelo Costa disse:

    Olá!! São excelentes dicas para todos nós professores e pessoas envolvidas na educação, dentro desse contexto da pandemia. Parabéns a todos do amplifica.
    #vimpelofacilita

  3. Auridineide Viana disse:

    Excelentes dicas. Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

veja mais

artigos

Crie jogos, cards e apps com o google slides

Crie jogos, cards e apps com o Google Slides

15 de junho de 2021 . Por Carla Arena

A gente está sempre por aqui pensando em formas de fazer com que as ferramentas digitais trabalhem a nosso favor […]

Saiba mais
Blogpost Rodrigo Baglini

Se uma andorinha só não faz verão, um professor tampouco

8 de junho de 2021 . Por Rodrigo Baglini

— Bom dia, professor!  Lá vem Eunice com seu abraço apertado (quando podíamos dar abraços!)  — O senhor está bem?  […]

Saiba mais

De NOTA em NOTA a galinha NÃO enche o PAPO!

11 de maio de 2021 . Por Rodrigo Baglini

5h30 da manhã. O despertador anuncia mais um dia de trabalho. Estou um pouco resistente em levantar pois dormi horas […]

Saiba mais

2020 | Site por Oni Design de negócios

Share via
Copy link
Powered by Social Snap